Barcelos e a Lenda do Galo, símbolo de Portugal.

Conhecemos a pequena cidade de Barcelos em pouco mais de uma hora. A passagem por Barcelos fazia parte de um bate-volta puxado que fizemos desde Braga, que também incluiu Guimarães, Viana do Castelo e Santiago de Compostela.

Famosa pelo Galo de Barcelos, fomos conferir essa simpática cidade portuguesa.

img_1680

Próximo ao Centro Histórico deixamos o carro num grande estacionamento e saímos andando sem compromisso pela cidade até alcançarmos o Paço dos Condes de Barcelos, que está em ruínas, mas muito interessante. Do Paço vemos a Ponte Medieval de Barcelos e o Rio Cávado. A ponte é um importante ponto de passagem dos peregrinos no Caminho Português de Santiago.

Próximo ao Paço dos Condes estava se organizando uma Feira Medieval, pena que não pudemos ficar.

Num dos quiosques da Feira Medieval comprei minha estatueta do Galo de Barcelos. O meu é Original! 🙂

img_1654
Aqui comprei meu Galo de Barcelos

A lenda do Galo de Barcelos começou quando um dia, os habitantes de Barcelos andavam alarmados com um crime, do qual ainda não se tinha descoberto o criminoso que o cometera. Certo dia, apareceu um galego que se tornou suspeito. As autoridades resolveram prendê-lo, apesar dos seus juramentos de inocência, que dizia que estava apenas de passagem em peregrinação a Santiago de Compostela, em cumprimento duma promessa.

img_1683

img_1647

img_1649
Pelas ruas de Barcelos

Condenado à forca, o homem pediu que o levassem à presença do juiz que o condenara. Concedida a autorização, levaram-no à residência do magistrado, que nesse momento se banqueteava com alguns amigos. O galego voltou a afirmar a sua inocência e, perante a incredulidade dos presentes, apontou para um galo assado que estava sobre a mesa e exclamou:

– “É tão certo eu estar inocente, como certo é esse galo cantar quando me enforcarem.

img_1658img_1661

O juiz empurrou o prato para o lado e ignorou o apelo, mas quando o peregrino estava a ser enforcado, o galo assado ergueu-se na mesa e cantou. Compreendendo o seu erro, o juiz correu para a forca e descobriu que o galego se salvara graças a um nó mal feito. O homem foi imediatamente solto e mandado em paz.

img_1678

img_1664
Festa Medieval e Belas Moças Portuguesas com certeza.

Alguns anos mais tarde, o galego teria voltado a Barcelos para esculpir o Cruzeiro do Senhor do Galo em louvor à Virgem Maria e a São Tiago, monumento que se encontra no Museu Arqueológico de Barcelos.

O Galo também é representado pelo artesanato minhoto, geralmente de barro, conhecida por Galo de Barcelos e é um símbolo de Portugal.

img_1692

Veja outros links que têm tudo a ver com Barcelos:

O PORTO

BRAGA

REGIÃO DO ALTO DOURO

GUIMARÃES

Bate-Volta à SANTIAGO DE COMPOSTELA

Gostou? Tem dicas, dúvidas ou sugestões? Deixe seu comentário!

Anúncios

3 comentários sobre “Barcelos e a Lenda do Galo, símbolo de Portugal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s