Sul Maravilha: Gramado, Nova Petrópolis e Canela

Conhecer Gramado e Região é como fazer uma Viagem para o interior da Alemanha sem sair do Brasil, e olha que conheço muito bem o interior da Alemanha. Em Gramado, no Rio Grande do Sul, encontramos uma cidade limpa, organizada e preparada para receber o Turista, e isso faz com que seja um daqueles lugares em que voltamos pra casa pensando no dia em que retornaremos.

 

Gramado 49
Pórtico de Gramado

 

Gramado é uma cidade essencialmente turística, com uma população aproximada de 34.000 habitantes, que recebe quase 6.000.000 de turistas por ano. O turismo representa 90% da receita da cidade.

De forte influência Alemã e Italiana sua culinária e arquitetura urbana e rural, lembram muito a Europa.

 

Gramado 50
Rota Romântica Gaúcha

 

Estive em Gramado durante o Natal Luz, mas tenho certeza de que em qualquer época do ano é um excelente destino turístico para ir com amigos, em família ou com seu par para curtir um belo fondue e o astral desta linda “cidade alemã”, no Brasil.

HISTÓRIA DE GRAMADO:

A Serra Gaúcha foi habitada, desde tempos imemoriais, pelos índios Caingangues. Nos séculos XVIII e XIX a região de Gramado era desbravada por descendentes de açorianos, os chamados “tropeiros”, que utilizavam a região para o descanso do gado.

Gramado 25

Sua denominação parece ter-se originado de um pequeno campo que ali havia e que servia de lugar de repouso.

O município de Gramado foi criado em 15 de dezembro de 1954, após ser emancipado da cidade de Taquara.

VIAJA DAQUI ou O que fazer em Gramado, Nova Petrópolis e Canela:

Falar que deu pra fazer tudo em Gramado e arredores, em uma semana, já é impossível, quem dirá em 5 dias. A quantidade de atrações é imensa, o que é um convite e tanto para ser um lugar para se Viajar várias vezes, e tem gente que Viaja mesmo, todo ano.

Vou me basear no roteiro da minha amiga Sandra Badu, que organiza muitas Viagens e Grupos para lá. Foi com ela que eu fui.

Primeiramente, aconselho, se não estiver em um Grupo ou uma Excursão, que alugue um carro com gps, de preferência já no aeroporto de Porto Alegre. Isso vai te dar muita liberdade e mobilidade. Acontece que muitas coisas ficam longe umas das outras e o gasto de táxi pode ser bem alto (diferente de Fortaleza, por exemplo, onde aconselho a fazer tudo de táxi).

No Roteiro da Sandra vamos primeiro para Nova Petrópolis, que é uma Linda e Pequenina Cidade, onde ficamos hospedados duas noites. Vou escrever já dividindo em dias, para não embolar os parágrafos. O Roteiro que está abaixo é baseado no da Sandra Badu.

Dia 1:

Chegando no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, ou saindo de onde estiver por essas bandas vá para Nova Petrópolis, onde o ideal é passar duas noites.

Gramado 57

Gramado 79
Aldeia dos Imigrantes

 

Se chegar no meio da tarde, em Nova Petrópolis, ainda terá tempo de visitar a Aldeia do Imigrante, que é um Parque Temático remetendo à imigração alemã. A Aldeia do Imigrante está divida em duas partes, a mais legal e interessante é a Aldeia Histórica, que é uma réplica da estrutura e funcionamento de uma Aldeia de Imigrantes Alemãos, entre os anos de 1870 à 1910. Incrível. Veja o post principal clicando aqui (ainda irá ao ar).

Gramado 52Gramado 53

 

Gramado 54
Praça das Flores e Labirinto Verde

 

Depois da Aldeia dos Imigrantes siga para a charmosa Praça das Flores, vá caminhando e apreciando a arquitetura típica alemã e a limpeza da cidade. No caminho passará por um shopping, uma grande loja de couro e um famoso café, o Café e Cia, na Av. 15 de Novembro, 1727, onde também servem caldos.

Além, da praça, render ótimas fotos (a Aldeia dos Imigrantes, também rende), ela possui um agradável Labirinto Verde. Diversão para crianças e adultos. Tão legal que fui no Labirinto de dia e de noite.

Dia 2:

Nesse dia vá fazer os passeios na Região de Bento Gonçalves.

Reserve seu Passeio de Trem (site oficial) e a visita a Epopéia Italiana (site oficial), pela internet, antes da Viagem. Dependendo do horário do Passeio, se de dia ou fim de tarde, organize seu dia.

O nosso ficou para o Fim da Tarde. Se o seu também ficar faz como explico abaixo, mas se for em outro horário é só arrumar as dicas e mandar brasa.

Gramado 81Gramado 82

Gramado 83
Vinícola Garibaldi

Comece pela Vinícola Garibaldi, em Garibaldi, claro, né? Particularmente, achei bem fraquinha, tem uns barris grandes e antigos, uma degustação e a loja. Se puder visitar alguma Vinícola que tenha pelo menos alguns Vinhedos é melhor.

Depois, vá para Carlos Barbosa e a Dupla Loja da Tramontina e Fetina de Formaio.

Loja da Tramontina

A Loja da Tramontina é famosa e eu bem trouxe um facão novo e umas espátulas para pastas, pois na última reunião que fiz na minha casa, tivemos que usar as facas de comer para as pastinhas.

Tem uma lenda sobre a história do fundador da Tramontina, Valentin Tramontina, que diz que ele era analfabeto e era porteiro de um prostíbulo. Por ser analfabeto acabou perdendo o emprego e começou a comprar e vender ferramentas. Depois, passou a fabricar suas próprias ferramentas até transformar a Tramontina numa gigante nacional. A Lenda diz que quando foram perguntar para ele: “Você, sendo analfabeto, conseguiu criar uma gigante, imagina se fosse alfabetizado?”. Ao que Valentin Tramontina responde: “Bom! Se eu fosse alfabetizado seria porteiro de zona”.

Essa História é muito contada em Palestras Motivacionais, mas nem no site da empresa vemos nada disso. Confiram os links abaixo. O primeiro é do próprio site da Tramontina, o segundo de um site que procura tirar essas Histórias/Lendas a limpo. Desculpe se estraguei alguma “estória” de que tanto gosta.

Clica aqui para ver a História da Tramontina pelo próprio site da empresa.

Clica aqui para ver o desmentido pelo site e-farsas. Bem interessante.

Fetina de Formaio

Em frente a loja da Tramontina tem a Fetina de Formaio com queijos e embutidos de primeira qualidade. O dono é uma atração a parte, algumas pessoas não gostam do jeito dele, meio bruto, mas o produto que ele vende é ótimo. Comprei dois queijos e um salame de javali. Deixei R$100, lá, e não me arrependi.

Epópeia Italiana

Acompanhando seu horário, vá para Bento Gonçalves. Se puder veja a Epopéia Italiana, que fica pertinho da Estação, onde pegará o trem. Na Epopéia Italiana um rapaz, caracterizado, conta a história dos imigrantes Italianos, que saíram, principalmente, do Norte da Itália, e foram tentar a Vida no Sul do Brasil. Tentar não, vieram Viver no Rio Grande do Sul. Vale a pena, está muito bem produzido com cenários bacanas.

Passeio de Trem Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa

No Passeio de Trem o contato com a comunidade italiana continua. Na Estação já tem música, muita gente e Vinho ou Suco de Uva a vontade. Uma vez dentro do trem, não é a paisagem que domina (como o trem Tiradentes (aqui) – São João del Rei (aqui)), mas o que acontece do lado de dentro, com três Shows diferentes no caminho que vai de Bento Gonçalves passa por Garibaldi e chega à Carlos Barbosa, a Estação Final. Ali, para fechar com chave de ouro, uma Charmosa Mulher, Ines Rizzardo, Canta e Encanta o Público. Eu gostei muito desse dia todo.

Na própria Estação final muitos ônibus turísticos levam o pessoal de volta para Bento Gonçalves. Veja o post principal dessa Farra clicando aqui.

Dia 3:

Acorde em Nova Petrópolis e vá para Gramado, cidade Linda e bem maior do que imaginei, tendo em vista que vinha da pequenina Nova Petrópolis.

O Hotel permitiu nossa entrada, então, deixamos as coisas nos quartos e mandamos brasa.

Gramado 15Gramado 16

Gramado 14
Lago Negro

 

A primeira parada foi no Lago Negro, que possui árvores e pinheiros trazidos diretamente da Floresta Negra, na Alemanha, no Verão o Lago Negro fica repleto de hortênsias. Na entrada tem alguns quiosques e boa estrutura. O Lago Negro é um Parque bastante procurado por quem vai à Gramado, a volta no Lago tem 800 metros, se me lembro bem, e é uma caminhadinha matinal fácil de ser feita, muito fotogênica, além de saudável. Para quem tem dificuldades de locomoção e os preguiçosos eles oferecem um carrinho elétrico. Tem muitos pedalinhos e Você vai tirar muitas fotos bacanas (já disse isso, né?).

Gramado 18Gramado 19

Gramado 17
Mini Mundo

 

 

Depois do Lago, fomos para o Mini Mundo, um Parque Temático com réplicas em miniatura de diversos lugares do mundo, numa escala sempre 24 vezes menor do que o original. Diversos lugares do Mundo entre aspas, a maioria remete à Alemanha, uma delas é o Castelo Neuschwanstein, do Rei Ludwig II, conhecido como o “Rei Louco” ou “Rei Cisne”, este Castelo serviu de inspiração para que Walt Disney criasse o Castelo da Cinderela. Todas as réplicas são muito bem feitas e o passeio super agradável. Pense em uns 40 minutos. Tome um café por lá, muito bom. Site oficial.

Gramado 20Gramado 21

Gramado 36
Rua Coberta

 

Como diz o Ricardo Freire do VIAJE NA VIAGEM “lêres feitos” vá almoçar e bater perna pela cidade, visite a Rua Coberta, principal ponto de encontro de Gramado. Repleta de Restaurantes, café e bares. Durante o Natal Luz tem show nela todo dia às 19h.

 

Gramado 34
Igreja Matriz de São Pedro

 

Visite a Igreja Matriz São Pedro, uma Igreja toda de pedra, Belíssima. Assisti uma missa nela, no domingo de manhã. Muito boa, com uma ótima Homilia de um Padre que esqueci o nome.

Avenida Borges de Medeiros

Caminhe sem rumo pela rua principal de Gramado, a Av. Borges de Medeiros. No Natal Luz é nela que acontece a Parada de Natal, duas vezes por dia, e a encenação que marca o acendimento da cidade, às 20h30. Lembro que durante nosso horário de verão, tem luz do dia até umas 21h… me amarro muito nisso… sei que tem muita gente que não gosta, mas por mim teríamos duas horas de horário de verão.

Andando pela Av. Borges de Medeiros chegará no Mundo do Chocolate, dizem que é uma das melhores visitações de fábrica de Chocolate. Acabei não entrando porque já estava cansado e já tinha gastado demais. Porém, segue o site deles aqui.

Dia 4:

Aproveite esse dia para ir para a Av. das Hortênsias e os lados de Canela. Neste dia, estar de carro ou numa excursão ajuda bastante.

Prawer

Uma vez na Avenida das Hortênsias, logo chegará na Prawer, uma fábrica de chocolates com visitação gratuita. Se conseguir chegar cedo melhor, porque lota. Achei bem interessante. Cerca de 40 minutos de visita. Visite o site aqui.

 

Gramado 5
Mundo a Vapor

 

Seguindo pela Av. das Hortênsias encontramos 1001 atrações, temos que selecionar. Minha dica é que pare no Mundo a Vapor. Muito difícil Você passar batido (a), pois tem uma réplica de uma locomotiva saindo da fachada, sendo uma reprodução de um acidente ocorrido na Estação de Montparnasse, em Paris, em 1895. O Mundo a Vapor nos leva ao mundo da geração de energia, mostrando como o ser humano consegue gerar energia através do carvão, ar, água, etc. Cada stand tem um Guia explicando e fazendo demonstrações. Muito instrutivo. É muito interessante mesmo. Programa Excelente para adultos e crianças. Eu gostei muito! Cerca de 1h de visita. Clica aqui para ver o post principal do Mundo a Vapor.

Gramado 28

Gramado 29
Catedral Nossa Senhora de Lourdes

 

Depois dessas Farras matinais, já vai estar perto da hora do almoço. Entre em Canela e, antes ou depois do almoço, visite a Catedral Nossa Senhora de Lourdes, mais conhecida como a Catedral de Pedra, símbolo máximo de Canela. Realmente, uma belíssima Igreja toda de pedra, em estilo Gótico. A gente fica batendo fotos sem parar de sua parte externa. Em 2010, foi candidata a uma das Sete Maravilhas do Brasil. Verifique a lista das Maravilhas do Brasil clicando aqui.

Gramado 3

Gramado 4
Cascata do Caracol

 

Siga então para a Cascata do Caracol. Muito bacana e Linda, a Cachoeira do Caracol pode ser visitada entrando pelo Parque do Caracol, ou, um pouco mais adiante, pelo Teleférico. Chegar pertinho dela é muito difícil e tem uma quantidade gigante de degraus, mais precisamente 927 degraus, vai lá e depois me conta como foi… os menos corajosos como eu, apreciam a Cascata do Caracol de longe mesmo, o que já é uma visão e tanta, tanto no Parque do Caracol (Gratuito), onde chega-se facilmente em um Mirante, como do Teleférico do Caracol (R$43,00), onde temos um agradável Parque no alto e um ponto de visão privilegiada, embaixo.

Muita gente faz os dois, vai no Parque e no Teleférico. Como só fiz o Teleférico que dura aproximadamente 1h de passeio, não sei dizer quanto tempo precisa para ambos.

Saiba mais sobre o Parque do Caracol clicando aqui.

Veja como funciona o Teleférico do Caracol que, na verdade, se chama Bondinhos Aereos Parques da Serra clicando aqui.

No caminho para o Teleférico do Parques da Serra você vai passar em frente a um restaurante com grandes outdoors. Nesse restaurante, o Garfo e Bombacha acontece um famoso show tipicamente gaúcho. Perdi dessa vez, mas havia lido que é bem interessante, embora não seja uma unanimidade. Já que vai passar na porta pode ser uma boa perguntar algo e ter noção da distância que fica de seu Hotel. Veja o site aqui.

Dia 5:

Nesse dia se estiver de carro vá visitar o incrível Templo Budista. Aviso que fica fora de Gramado, uns 30km, no caminho para Porto Alegre, ainda tem que pegar uma estradinha de pedra.

Gramado 39Gramado 37Gramado 38

Cristais de Gramado

Na saída de Gramado faça a primeira parada na imensa loja Cristais de Gramado, repleta de produtos com preços que vão do barato ao caro, mas o que é mais bacana é a apresentação numa pequena fábrica de cristais, numa área específica, onde dois profissionais explicam e apresentam como é feito o preparo através do aquecimento do cristal e técnicas de sopro, semelhantes aos de Murano, em Veneza. Imperdível. Veja o site aqui.

Gramado 46

 

Gramado 40
Templo Budista

 

De lá vá para o Templo Budista de Três Coroas, o Templo Chagdud Gonpa Khadro Ling. Lugar incrível e grande, com dois grandes templos e outras construções. Todo mundo Amou essa visita, tanto que ganhou post próprio, basta clicar aqui e será transportado pra lá. Meu conselho? Vá sem pressa e aproveite bem esse passeio, você estará num pedacinho do Tibete, no Brasil.

O lugar é bem isolado e bucólico, perfeito para um Templo Budista. O lugar é espaçoso, um verdadeiro parque na serra.

Gramado 2

Gramado 1
Le Jardin

 

Na volta para Gramado irá passar pelo Le Jardin, o Parque das Lavandas. Confesso que esperava mais, mas, também, depois do Templo Budista…. qualquer coisa é covardia, na minha opinião. A melhor época para ver as Lavandas floridas é Novembro e Dezembro, tem uma boa loja e bom café. Veja o site aqui.

Outras Atrações de Gramado que ficam para uma (s) próxima (s) são:

– Terra Mágica Florybal: Parque Temático infantil com motivos como chocolate e dinossauros. Clica aqui e visite o site.

– Fábricas de Chocolate: Em Gramado existem inúmeras fábricas de chocolate abertas à visitação, entre elas, a Florybal, Lugano, Planalto, Prawer.

– Aldeia do Papai Noel: Diversas atrações se encontram na casa, onde vive Papai Noel. Aberta o ano inteiro. Clica aqui e visite o site.

– Museu do Automóvel: Exposição de carros antigos.

– Museu de Cera Dreamland: Cópias de artistas internacionais. Existe um ingresso que dá direito ao Museu de Cera, ao Bar da Harley Davidson e ao Museu do Automóvel. Clica aqui e visite o site.

– Museu do Perfume: Exposição de centenas de frascos de Perfumes.

– Snowland: Dividido em três partes: Vilarejo Alpino (lojas e patinação no gelo); Restaurante (no segundo piso com janela panorâmica); e Montanha de Neve (com a pista de esquí). Costuma ficar bem cheio nos finais de semana. Clica aqui e visite o site.

– Mirante Belvedere: Bela vista de Gramado.

Concluindo, esta Região de Gramado e Arredores é incrível e vale demais uma ou mais visitas. Conheço gente que vai todo ano e entendo eles. A cidade é moderna, limpa, com ótima estrutura de restaurantes e para receber o turista. É uma cidade cara para quem visita uma primeira vez, visto que muitos passeios custam entre R$ 30 e R$ 50 (ou mais) e duram cerca de 40 minutos cada. A notícia boa é que para quem já esteve mais vezes por lá pode focar apenas em curtir esta agradabilíssima Região e mais especificamente, esta agradabilíssima Cidade, Gramado.

Outra coisa que considero Fantástica nesta Viagem é a variedade de atrações que temos a nossa disposição. Temos Passeio de Trem, visita à Vinícolas, Música, Brincar na Neve (coisa que não fiz dessa vez, no Snowland), Cascatas, Museus, Shows, ótimos restaurantes, Templos e mais, muito mais. É muita variedade.

Na minha opinião é uma Viagem que vale cada centavo investido. Vai e seja Feliz.

Veja outros posts do VIAJA DAQUI que têm tudo a ver com Gramado, Canela e Nova Petrópolis nos links abaixo:

PASSEIO DE TREM BENTO GONÇALVES, GARIBALDI, CARLOS BARBOSA

TEMPLO BUDISTA TIBETANO

MUNDO A VAPOR

Gostou? Deixa suas dicas, dúvidas, críticas ou elogios nos comentários, por favor. Obrigado de coração pela visita no Viaja Daqui.

Anúncios

11 comentários sobre “Sul Maravilha: Gramado, Nova Petrópolis e Canela

  1. Em Bento Gonçalves eu indico uma visita à vinícola Aurora, a maior da região e bem próxima da estação de trem dentro da cidade. Uma ótima experiência com degustação e de graça! Ao final tem a lojinha para quem quiser comprar algo direto da fonte!

    Outra dica é uma parada em Farroupilha, cidade entre Bento Gonçalves e Gramado. Muitas malharias com diversas opções de roupas.

    E por fim, na volta a Porto Alegre saindo de Gramado, ir na direção de Igrejinha ao invés de Nova Petrópolis. Lá é a capital dos calçados, agradando mulheres e homens com sapatos e botas de couro.

    Grande abraço,

    Zanette

    Curtir

  2. “Em Gramado, no Rio Grande do Sul, encontramos uma cidade limpa, organizada e preparada para receber o Turista, e isso faz com que seja um daqueles lugares em que voltamos pra casa pensando no dia em que retornaremos.”

    A sensação é exatamente essa. Se eu já estava a fim de voltar antes de ler o post, agora então a vontade de visitar novamente as Serras Gaúchas me pegou de jeito. 😉

    bjão!!

    Curtir

  3. Estive recentemente nesta região, durante o Natal Luz, e amei cada lugar que conheci.
    Fiquei encantada com Gramado… cidade limpa, organizada, estruturada, lindamente decorada para o Natal e com pessoas extremamente educadas.
    Me deu realmente a impressão de estar em outro país. Gostei tanto que chego a pensar na possibilidade de me mudar para o sul.
    Achei seu post super informativo e com ótimas dicas. Gostaria apenas de acrescentar alguns passeios que fiz em Bento Gonçalves. Além da Maria Fumaça e da Epopeia italiana, acho que vale muito a pena passear pelo Caminho de Pedra e conhecer a Casa da Ovelha e a Casa da Erva Mate, além de visitar o Vale dos Vinhedos e conhecer algumas das lindas vinícolas e, para quem gosta de vinho, aproveitar as diversas degustações. Dentre algumas, destaco a Valduga, não pelo vinho, porque não bebo, mas pelo belíssimo local e pelo guiamento, mostrando o processo, os locais de armazenamento e o vinhedo. Vale muito a pena fazer esta visita!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s