Berlim em 4 Dias cheios

Berlim é uma cidade grande e vibrante, por isso vale a pena ir sem correria para a capital da Alemanha. Procure colocar dias extras, pois é uma cidade que vale muito a pena ter tempo livre para andar a toa, pedalar e fazer compras.

Em uma das vezes que estive em Berlim tive a oportunidade de estar com meu Pai e meu Irmão, Dercio e Alexandre, em diversas ocasiões, então, peço a licença poética das fotos “a mais” que tenho com eles no post!

Com 3,5 milhões de habitantes, é a maior cidade da Alemanha. Localizada no Nordeste do país, mais de um terço de sua área é composta por florestas, parques, rios e lagos. Seu principal rio é o Rio Spree.

Assim como Amsterdam e Paris, Berlim é uma cidade global, com pessoas e empresas do mundo todo.

Se quiser saber direto das Atrações de Berlim pule a História e desce direto para “VIAJA DAQUI ou o que fazer em Berlim”.

HISTÓRIA:

Seu primeiro Documento data do século XIII, tendo sido capital da Prússia (tornada Reino em 1701 e extinta em 1947), do Império Alemão (1871-1918), da República de Weimar (1919-1932) e do Terceiro Reich (1933-1945). Após a Segunda Grande Guerra a cidade foi dividida, e, Berlim Oriental tornou-se capital da “República Democrática Alemã” (entre aspas, porque sob domínio soviético, é uma no mínimo estranho se chamada de Democrática) (1949-1990), em alemão “Deutsche Demokratische Republik – DDR” . Já, Berlim Ocidental continuou fazendo parte da República Federal Alemã, a qual teve sua capital movida para Bonn. Após a reunificação e o fim do domínio soviético, Berlim se tornou a capital de toda Alemanha.

História da Prússia (uma parte muito importante da História da formação da Alemanha): aqui.

História do Império Alemão: aqui.

História da República de Weimar: aqui.

História do Terceiro Reich: aqui.

História da Alemanha: aqui.

Berlim 2 - 2017 (19)Berlim Alex e Pai - 2017 (11)Berlim Alex e Pai - 2017 (5)Berlim Alex e Pai - 2017 (2)Berlim Alex e Pai - 2017 (6)

Nos primórdios a região de Berlim foi habitada por diversas tribos já no século VI, tribos eslavas construíram algumas fortificações na região. No século XI, Alberto, guerreiro saxão, derrota os eslavos e se torna o primeiro Marquês de Brandenburg.

No século XIII, no ano de 1.237, surge o primeiro documento se referindo ao local e aos povos que ali habitavam. Continuar lendo “Berlim em 4 Dias cheios”

Residenz e Teatro Cuvilliés em Munique

Considero a dupla Residenz + Teatro Cuvilliés um lugar imperdível de Munique. É uma visita a um Palácio e a um Museu ao mesmo tempo, além de um Teatro belíssimo. Está entre os melhores da Europa, na minha opinião.

RESIDENZ

O Rezidenz é o Palácio que serviu de morada dos antigos Duques e Reis Bávaros, entre 1323 à 1918.

O local mais visitado de Munique é imperdível e entre suas principais atrações destacam-se a Reiche Kapelle, capela particular de Maximilian I; a Grotenhof, gruta repleta de cristais e conchas; o Antiquarium, salão com inúmeras estátuas e bustos de personalidades bávaras; a Ahnengalerie – Galeria dos Ancestrais – com quadros de ancestrais nobres; a Kaisersaal – Salão do Imperador -, onde ocorriam festas e reuniões; e muitas outras salas e salões.

Apesar de ser um Palácio, no centro de Munique, a sensação é de estar visitando um Castelo pelo lado de dentro.

Munique 2016-3 (20)

Munique 2019 (291)

Munique 2019 (328)

Munique 2019 (326)
Kaisersaal

Continuar lendo “Residenz e Teatro Cuvilliés em Munique”

Munique é um Espetáculo

Se eu tivesse que escolher uma “Cidade Favorita na Europa” minha escolha iria para Munique. Há mais de 10 Anos é a cidade que mais gosto no Velho Continente e toda vez que posso coloco no Roteiro. Além da cidade ter muitas atrações, um forte comércio, ótima comida e cerveja gelada, ela está perto de um monte de locais muito bacanas que podem ser feitos em bate-volta ou em passeios de poucos dias. Por exemplo, Salzburg, Zugspitze (o Topo da Alemanha), Nuremberg, Rothenburg ob der Tauber, Castelo Neuschwanstein, Innsbrück e muito mais.

Munique 2019 (420)

Munique foi fundada em 1158 e todo ano após o dia 14 de Junho eles têm um fim de semana de festa, chamado de Stadtgründungsfest – Festa da Fundação da Cidade -, onde Munique, em alemão München, fica bem animada com diversos shows e pessoas andando com roupas típicas. Nada comparável à sua Festa mais famosa, a Oktoberfest, que é considerada a Maior Festa do Mundo, com mais de 6.000.000 de visitantes por ano. Apesar de ter mais de 850 anos, os muniquenses vivem corrigindo a todos, explicando que já existia muita movimentação por ali, desde os tempos romanos, ou seja, há mais de 2000 anos. Continuar lendo “Munique é um Espetáculo”

Englischer Garten de Munique

Costumo ser bem seletivo com Parques pela Europa, afinal, toda cidade tem o seu, quando não “os seus” Parques. O Englischer Garten de Munique é um dos que merecem destaque, simplesmente, porque é Top de Linha! Nele temos muito Espaço, um Riacho, uma Biergarten fantástica com uma Torre Chinesa, muitos nativos curtindo o tempo livre e, acreditem, Surfistas! Isso mesmo, Surfistas a centenas de quilômetros do mar, surfando numa formação em um local específico deste Riacho. É Incrível e é impossível não se divertir as pampas!

Munique 2018-1 (79)

O Englischer Garten é uma ótima pedida para um Passseio, um almoço, um fim de tarde! Deve estar na sua lista de Passeios Imperdíveis de Munique, se o tempo estiver bom, pois é um Passeio a céu aberto! Continuar lendo “Englischer Garten de Munique”

Freiburg, Capital da Floresta Negra

Freiburg im Breisgau ou Friburgo em Brisgóvia é a cidade mais ensolarada e quente da Alemanha, detém o título de Toscana da Alemanha”.

Freiburg - Floresta Negra (11)

Considerada uma cidade ecologicamente correta, não aceita carros em seu Centro, por isso ganhou também o título de “Capital das Bicicletas da Alemanha”. Continuar lendo “Freiburg, Capital da Floresta Negra”

Titisee-Neustadt, na Floresta Negra

A cidadela fica no meio de um Parque Florestal, na Floresta Negra, Alemanha e é bem pequenina, se resumindo a uma rua, mas “que rua”, belíssima que termina em um Lago, o Lago Titisee, que oferece vários tipos de Passeios de Barco.

Titisee - Floresta Negra 2018 (3)

Em Titisee vemos muitas lojas que vendem os famosos Relógios Cuco, tradicionais da Floresta Negra. Uma das Casas tem em sua fachada um grande Relógio Cuco que faz sua apresentação a cada hora. Continuar lendo “Titisee-Neustadt, na Floresta Negra”

A Deslumbrante Região de Berchtesgaden

Já conheço muitos lugares lindos no Mundo e sem pestanejar coloco esta região da Alemanha entre os Top 10. Situo Berchtesgadener Land e o Lago Königsee em tão nobre posição, porque trata-se de uma unanimidade entre quem visita estas paragens e por suas particularidades. Entre os traços encontramos a mistura de Lagos e Montanhas Alpinas, Barcos Elétricos e Natureza Preservada. Berchtesgaden é puro deleite sem intervalos. Um Passeio de Dia Inteiro que a gente nem vê passar! Imperdível!

Salzburg, Berchtesgaden, Hallstatt (348)

Apesar de ficar na Alemanha é mais fácil visitar a região a partir da Áustria, mais precisamente de Salzburg, de onde um bate-volta se encaixa como uma luva. Outra informação importante é que já estive lá na Primavera e no Outono e o lugar é lindo em ambas as estações. Na Primavera vemos um pouco de neve nos picos das Montanhas, enquanto no Outono aquelas Montanhas só na pedra oferecem outro belíssimo espetáculo. Continuar lendo “A Deslumbrante Região de Berchtesgaden”

Kriminalmuseum, o Museu do Crime de Rothenburg

A pequenina Rothenburg ob der Tauber tem um famoso Museu do Crime, referência no assunto. Nele encontramos muitos documentos, aparelhos de tortura, quadros que retratam momentos de sofrimento, sárcofagos de ferro, machados usados para excecuções, máscaras colocadas para punir fofoqueiros, isso mesmo, fofoqueiros, que recebiam uma máscara com uma lingua grande, mais também tinha máscara para mentirosos, adúlteros e toda sorte de pecadores. Um Museu bem completo que leva cerca de duas horas para visitar direito.

img_7326
Tirando onda de Anonymous na entrada do Kriminalmuseum

Localizado num prédio de 1396, em Continuar lendo “Kriminalmuseum, o Museu do Crime de Rothenburg”

Heidelberg! Um Nome que te Convida!

Visitamos Heidelberg como bate-volta de Rothenburg. Foi cansativo, mas era uma cidade que todo mundo queria conhecer! Sabe aquele lugar que a gente quer visitar só pelo nome? E Heidelberg é um nome que chama, né? Então fomos! Parece que muita gente pensa o mesmo, porque é lotada de Turistas! Olha como foi:

img_7835

Pelo mapa, vi que começar o roteiro pelo outro lado do Rio Neckar seria perfeito, só que é difícil arrumar vaga… resultado, um carro conseguiu parar, mas, o outro, teve que voltar e parar no centro… atrasou um pouquinho. Continuar lendo “Heidelberg! Um Nome que te Convida!”