Hiroshima e a Bomba Atômica

Todos pensam se devem visitar Hiroshima ou deixar passar. Meu conselho? Visite! O lugar é bem cuidado e tudo é tratado de forma a refletirmos demais sobre esse desastre que pode destruir a todos nós. Um pouco de consciência nunca fará falta. Foi umas das experiências mais impactantes que tive até hoje. Se quiser evitar o Museu, evite, pois é nele que verá imagens mais fortes. Mas, o Parque? Vá e Reflita sobre a VIDA!

Cortada pelo Rio Ota, Hiroshima tem seis canais que dividem a Cidade em Ilhas, tendo crescido em volta de um Castelo Feudal do século XVI, recebendo o estatuto de cidade em 1589.

A Cidade experimentou um grande crescimento após 1870, quando a Economia Japonesa passou de rural para uma economia industrial urbana.

Hiroshima funcionou como um Quartel General durante a Primeira Guerra Sino-Japonesa, entre 1894/1895, entre Japão e China com foco no controle da Coréia (aqui). Continuar lendo “Hiroshima e a Bomba Atômica”

O Templo dos 2000 Toris, Fushimi Inari-Taisha

Apesar de fazer parte de Kioto, o Templo Fushimi Inari-Taisha merece um post exclusivo por dois motivos: 1) Precisa fazer um Bate-Volta, pegando trem em Kioto. Num bate-volta de dia inteiro também é possível incluir Nara no mesmo dia; 2) Ele é um Templo incrível demais com uma super peculiaridade, que é um imenso túnel de Toris, são mais de 2000. É INCRÍVEL! UMA AVENTURA BEM DIVERTIDA!

São quatro quilômetros de trilhas pela montanha. Como eu fui para Nara no mesmo dia, andei por cerca de meia hora pelos Toris e voltei. Dá para passar uma manhã ou tarde inteirinhas por lá! E vale a pena, viu?

Inari: Deus do Arroz.

Tori: Portão Tradicional Japonês ligado a Religião Xintoísta com o objetivo de mostrar a entrada ou proximidade de um Santuário. Saiba mais sobre Tori aqui.

Xintoísmo: Podemos dizer que é a Espiritualidade Tradicional do Japão. Vem de muito antes do surgimento do Budismo. Este é um assunto que prefiro não me aprofundar porque é muito fácil passar alguma informação errada. Para procurar entender melhor sobre o Xintoísmo clica aqui.

História do Fushimi Inari-Taisha: aqui.

Fushimi Inari - Japao - 2019 (12)Fushimi Inari - Japao - 2019 (4) Continuar lendo “O Templo dos 2000 Toris, Fushimi Inari-Taisha”

O Grandioso Monte Fuji

Monte Fuji. Os Japoneses chamam de Fuji-San, que significa Senhor Fuji, é a Montanha mais alta da Ilha de Honshu e de todo Arquipélago Japonês com 3.776 metros. Está no Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu, próximo ao Oceano Pacífico, a Oeste de Tóquio de onde pode ser avistado em dias limpos. Existem três cidades em volta do Monte Fuji: Gotemba; Fuji-Yoshida; e Fujinomiya. O Monte Fuji é Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO e sem dúvida é o maior cartão postal do país.

Japao 2019 Fuji (1)

São cinco os Lagos que o rodeiam: Kawaguchiko (é nesse que fui depois de pesquisar todas as formas. Entre todas as opções Kawaguchiko tem a melhor relação Paisagem x Facilidade de chegar. Explico mais abaixo); Yamanaka; Sai (que oferece uma bela vista da Montanha); Motosu (que estampa as notas de 5.000 Yens); e Shoji. Continuar lendo “O Grandioso Monte Fuji”

St Paul de Vence é uma Galeria de Arte disfarçada de Cidadela

Uma Belíssima Cidadela Medieval da Riviera Francesa, Saint Paul de Vence tem uma peculiaridade: suas vielas são repletas de pequenas Galerias de Arte. É daquelas Vilas deliciosas com muitas Ruelas Fotogênicas.

Nível: Imperdível!

Riviera Francesa - St Paul de Vence - 2019 (24)Riviera Francesa - St Paul de Vence - 2019 (26) Continuar lendo “St Paul de Vence é uma Galeria de Arte disfarçada de Cidadela”

Tokyo é Incrível

Tókio, Tokyo ou Tóquio é uma Cidade Apaixonante! Você verá que durante o post escrevo o nome da Capital Japonesa das três formas, pois, gosto das três! Cidade Imensa e Vibrante com um Povo muito bacana. O Japonês é colaborativo, educado e muito humilde. Todas as vezes que precisei de ajuda as Pessoas paravam tudo que estavam fazendo para ajudar, mesmo que não falassem Inglês. Isso foi o que mais me marcou! Além disso, não achei a cidade cara como falavam, principalmente, nos eletrônicos. Achei até barato, pois, pelo smartphone comparava os preços com o site da famosa americana “Best Buy” e eram sempre muito parecidos. AMEI TÓKIO!

Tókio ou Tóquio quer dizer “Capital do LESTE”, traduzindo literalmente temos “Tó = Leste”; “quio = Capital”. Situada em Honshu, a Maior Ilha do Arquipélago, sua área metropolitana possui 37.000.000 de habitantes, o que faz dela a Área Urbana Mais Populosa do Mundo. Fundada em 1457 com o nome de Edo ou Yedo, tornou-se Capital com o atual nome em 1868. Tókio sofreu duas grandes destruições, uma com o chamado Grande Terremoto de Kanto (aqui), em 1923, e durante a Segunda Grande Guerra Mundial, quando sofreu bombardeios maciços dos americanos, em 1944 e 1945. Em ambas as destruições os japoneses reconstruíram a cidade, que hoje é uma das mais famosas e importantes metrópoles do Mundo.

Para mais História de Tóquio clica aqui.

VIAJA DAQUI ou O que fazer em Tókio:

Apesar de colocar 3 dias no Roteiro para Tókio, aconselho fortemente colocar mais algum(ns) dia(s), porque vale muito a pena ter algum tempo livre nesta cidade incrível.

DIA 1

OBS: Se possível e para não ficar corrido, divida este “Dia 1” em dois! Mexa com todas as opções do que fazer em Tóquio e lembre-se: Coloque dias extras para a Capital Japonesa! Se puder fique cinco dias cheios por lá.

JARDINS DO PALÁCIO IMPERIAL

Pode-se fazer uma visita ao Palácio Imperial e passear pelos Jardins.

PARQUE UENO

Famoso para as Festas Hanani, onde os japoneses se juntam para apreciar as cerejeiras, fica localizado em Taito. O Parque é agradável em todas as épocas do ano. No Parque estão o Jardim Zoológico, Templos e Museus. Dá para combinar com um Passeio no Templo Senso-ji, no bairro de Asakusa.

TEMPLO SENSO-JI

Templo Budista construído no século VII, tem em seu entorno Lagos com Carpas e Monumentos Budistas.

SANTUÁRIO MEIJI JINGU

Santuário Xintoísta, fica no Parque Yoyogi. Um dos Templos mais visitados de Tókio. Aos Domingos têm Casamentos. Saiba mais sobre o Xintoísmo clicando aqui.

Tokio - Japao 2019 (48) Continuar lendo “Tokyo é Incrível”

Represa Hoover como pit-stop ou bate-volta de Las Vegas

REPRESA HOOVER

Você pode fazer a Hoover Dam como um bate-volta de Las Vegas ou fazer como eu fiz, como um Pit-Stop a caminho do Grand Canyon South Rim.

Para fazer como Pit-Stop ao sair de Las Vegas em direção ao Grand Canyon pare, primeiramente, na Hoover Dam/Represa Hoover. A outra dica para esse mesmo dia é pegar um desvio para a Rota 66 quando estiver a caminho do Grand Canyon South Rim.

Em comparação a Rota 66 e o Grand Canyon South, a Represa Hoover é meio fraquinha, mas, mesmo assim vale muito a pena! Continuar lendo “Represa Hoover como pit-stop ou bate-volta de Las Vegas”

Castello di Banfi. Encontre seu Brunello di Montalcino no Val d’Orcia

O Castello Banfi – Il Borgo é uma construção Histórica do Século XIII, era chamada de Castello Banfi di Poggio Alle Mura e considero uma Ótima pedida para uma parada para degustar (e comprar) um autêntico Brunello di Montalcino, o Vinho mais famoso da Região do Val d’Orcia. O Castello Banfi entrou no meu Roteiro depois de muita pesquisa sobre as Vinícolas da Toscana. Ele encaixa perfeitamente se Você estiver de roller pelo Val d’Orcia. Esse post vai com as informações que consegui angariar em alguns Blogs (como sempre nas minhas Viagens) que tratam de Vinícolas na Toscana. Daqui pra baixo encontrará informações sobre outras Vinícolas e respostas a minhas perguntas encaminhadas para o Castello Banfi. Aviso: Apesar deles oferecerem Tours eu nunca fiz, pois, nunca tenho uma hora certa de chegar, porém, podemos ir até lá e apenas passear, comprar e degustar um bom Vinho em sua loja.

Toscana Pequeno 2018 - 4 (83)Toscana Pequeno 2018 - 4 (114)

O Castelo, hoje, é um Hotel de Luxo de 5* com restaurante, vinícola, adega e museu. Nele também é produzido o Brunello di Montalcino. No Castello Banfi encontramos Brunellos e Rossos, além dos Supertoscanos, que são vinhos blend (mistura de uvas) buscando maior equilíbrio, buquê e aroma, sem seguir as normas rígidas do Chianti Clássico. Continuar lendo “Castello di Banfi. Encontre seu Brunello di Montalcino no Val d’Orcia”

Fontaine de Vaucluse, uma Jóia na Provence

Eu Amei a cidadela de Fontaine de Vaucluse. A cidade é perfeita para um belo Passeio a beira do Rio e uma merecida parada para um almoço em um dos restaurantes que estão debruçados sobre o mesmo. Imperdível se for a Provence.

Fontaine de Vaucluse -Provence 2019 (108)

Conhecida como “A Fonte do Vale Fechado” é uma Cidadela pequenina, pacata, imperdível e cheia de turistas.

Continuar lendo “Fontaine de Vaucluse, uma Jóia na Provence”

Siena e Sua Belíssima Catedral

A Catedral de Santa Maria Assunta de Siena é sem dúvida alguma uma das Catedrais Mais Bonitas do Mundo, na minha opinião. A cidade também é famosa por sua praça principal a Piazza del Campo e Ruas bem típicas. Siena foi uma cidade grande e próspera, que durante séculos rivalizou com Florença pelo domínio da região. Apesar de ter grande importância é pequena, fácil e rápida para se visitar caso seu tempo esteja curto, pois são poucos os principais atrativos turísticos da cidade, como já disse, a mais relevante na minha opinião é a Catedral de Santa Maria Assunta.

Florenca e Siena 2012 (400)

Siena 2012

Florenca e Siena 2012 (407)

Todas as suas obras medievais foram construídas entre os séculos XIII e XIV, quando era rica e próspera, antes do domínio de Florença. Continuar lendo “Siena e Sua Belíssima Catedral”

A Medieval Monterrigioni

Monterrigioni foi construída no século XIII para defender as fronteiras ao norte de Siena contra as invasões florentinas. Os grandes blocos de pedra das muralhas e suas 14 torres foram imortalizadas na “Divina Comédia”, de Dante Alighieri (1265 à 1321). Lá, na parte do Inferno, Dante escreveu “Sobre o muro arredondado, Monteriggioni é coroada por torres, então na margem infernal que o fosso circunda, guerreavam os terríveis gigantes, apenas com a metade do seu corpo encouraçado“.

Italia 2019 (867)Italia 2019 (869)Italia 2019 (877) Continuar lendo “A Medieval Monterrigioni”