O que fazer em Natal, a Cidade do Sol

Passei oito excelentes noites, em Natal e Genipabu, no Rio Grande do Norte. Duas noites em Genipabu e seis noites, em Ponta Negra. Foram dias de férias inesquecíveis que agora conto para Vocês da forma como faria hoje em dia.

Durante os quatro primeiros dias ficamos de carro, quando fomos direto para Genipabu e mais dois, em Ponta Negra. Após entregar o carro ficamos a pé e de táxi.

img_6086img_7011

Nesse post, vou procurar compartilhar com você o que de melhor fizemos nessas férias de sonho. Se quiser saber apenas sobre as atrações, desça direto para VIAJA DAQUI ou O que fazer em Natal em três dias.

Natal possui muitos títulos, “Cidade do Sol”, “Noiva do Sol”, “Capital Espacial do Brasil”, “Capital Mundial do Buggy”, “Terra do Camarão” e “Londres Nordestina”.

Me identifiquei com o título “Cidade do Sol” porque nas vezes em que acordei lá pelas 7h, ao chegar na janela o Sol já estava a pino. Como Natal fica bem a leste no Brasil, o sol aparece mais cedo.  Incrível como isso é perceptível para quem mora mais à oeste. Cheguei a pensar que o relógio estava errado!

img_6274

Além dos dias deliciosos que passamos na capital uma coisa que me deixou fascinado, foi a história de Natal, particularmente da imperdível Fortaleza dos Reis Magos.

Capital do Rio Grande do Norte, Natal foi fundada em 1599, as margens do Rio Potenji. Teve grande importância histórica na formação do Brasil e durante a Segunda Grande Guerra Mundial, onde foi considerada um dos quatro pontos estratégicos mais importantes do planeta.

img_6591

Seu nome, Natal, tem a ver com a data de fundação, 25 de Dezembro de 1599.

Assim como Fortaleza, a capital Natal, foi habitada pelos índios Tapuias, até o ano 1000, quando foi invadida pelos índios Tupy, originários da Amazônia, formando o povo indígena Potiguara.

Os portugueses começaram a andar por ali, em 1535, mas sofriam resistência dos indígenas e de corsários franceses. Em 1597, uma frota portuguesa entrou na barra do Rio Potenji (em Tupi, “Água de Camarão”), e conseguiram construir uma Fortaleza.

Invadida e dominada por holandeses, entre 1633 e 1654, Natal passou a ser chamada de Nova Amsterdam. Com a união entre portugueses e índios, os holandeses foram expulsos (esses mesmos holandeses têm a ver com a fundação de Nova York). Unidos, portugueses e indígenas, expulsaram os holandeses, de Natal. Toda essa história, vocês conhecem na visita à Fortaleza dos Reis Magos.

img_6596
Morro do Careca

Apesar de não ter encontrado maiores referências na internet, é fato que durante a visita à Fortaleza dos Reis Magos, também falam da importância do Rio Potenji ou Potengi, nas Entradas e Bandeiras. Dali partiram várias expedições de grande relevância para o que viria a se tornar o território do Brasil.

Natal teve um crescimento lento, com 6.393 habitantes, em 1805. Seu crescimento se acentuou à partir do século XX.

VIAJA DAQUI ou O que fazer em Natal em 3 dias:

Leve em consideração que você pode mudar a ordem dos dias em que visitará as atrações.

Apesar de ter ficado oito dias em Natal farei um post para um roteiro de três dias, que considero tempo suficiente para conhecer o que Natal tem de melhor. Lógico que vale muito a pena ter mais algum tempo para poder ficar a toa, só curtindo e descansando, na Capital do Sol.

No post eu tiro o bate-volta que fiz à Pipa, que não curti muito. Se quiser ver como foi esse bate-volta, clica aqui.

img_6607

Também retiro o passeio de quadriciclo que fiz em Pirangi, que valeu muito a pena, mas entendo que não é o tipo de coisa que agrade a todos. Para ver o post desse passeio, clica aqui.

Apesar de ter ficado duas noites em Genipabu, no post eu escrevo como se tivesse ficado todos os dias em Ponta Negra. Para ver o post principal dos excelentes dias em que ficamos em Genipabu, clica aqui.

Como podem ver tem algumas regras para entender o post de Natal, mas, o intuito é sempre facilitar sua Vida.

Vamos falar de Carro? Em Fortaleza, Ceará, eu nunca aconselho a estar de carro. Lá, não vejo razão em estar de carro, pois o táxi sai barato para qualquer lugar. Clica aqui e saiba tudo para planejar sua Viagem à Fortaleza. Já, em Natal, pode ser interessante, para quando for à cidade, quando for à Genipabu, passear de bugre, quando for ao Maior Cajueiro do Mundo, na Praia de Pirangi, entre outros.

DIA 1:

Tire o primeiro dia para curtir uma praia pela manhã e visitar o Maior Cajueiro do Mundo à tarde.

img_6590img_6875

Vai curtir a Praia de Ponta Negra e o Morro do Careca. Aconselho você à se hospedar por aqui.

Em Ponta Negra, estão os melhores hotéis de Natal, e é lá que rolam os agitos.

Ponta Negra é como se fosse a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Faz parte da cidade, mas, ao mesmo tempo, não faz.

Tire a manhã para curtir a Praia e tirar as fotos clássicas com o Morro do Careca, ao fundo. Dê preferência para caminhar durante a maré baixa.

img_6897img_6469img_6487

À tarde vá ao Maior Cajueiro do Mundo. De Ponta Negra até a Praia de Pirangi, são 16km. Se estiver sem carro, não se preocupe, tem ônibus circular passando o dia inteiro.

O Maior Cajueiro do Mundo, também conhecido como Cajueiro de Pirangi, é uma árvore que cobre aproximadamente 8.500m2, produzindo aproximadamente de 70.000 à 80.000 cajus por safra, e seu tamanho equivale a 70 cajueiros.

Plantado em 1888 pelo pescador Luis Inácio de Oliveira, que faleceu sob suas sombras.

O Cajueiro cresceu nessa proporção por duas anomalias genéticas. Primeiro, que em vez de crescer para cima, seus galhos cresceram para os lados, e seu peso, levou os galhos a tocarem o chão. A partir deste contato com o chão, surge a segunda anomalia, os galhos começam a criar raízes, de onde passam a crescer novamente, criando novos troncos e galhos, passando a impressão de serem diversos Cajueiros, mas que, na verdade, é um só. Fascinante, não é mesmo?

NOITE: Vou colocar aqui todas as atrações que mais gostamos, na Noite de Natal para você definir como distribuir melhor pelos dias em que ficará pela capital do Rio Grande do Norte.

img_6558

img_6638
Forró com Turista
  • Forró com turista: Visita obrigatória, caso esteja em Natal numa quinta-feira. O Forró com Turista é um evento tradicional de Natal, que acontece na antiga cadeia da cidade. Veja o post principal aqui. Site: http://www.forrocomturista.com.br/
img_6426
Rastapé
  • Forró Rastapé: Em Ponta Negra, é um excelente lugar para quem gosta de curtir um bom Forró, Com dois ambientes e decoração típica. Fomos duas vezes. O post principal do Rastapé está junto com o do Forró com Turista. Rua Aristides Porpino Filho, 2198. Site: http://www.rastapecasadeforro.com.br/
img_6644
Camarões
  • Camarões: O restaurante mais famoso de Natal é visita obrigatória! Com duas unidades em Ponta Negra, vá em um num dia e no outro, noutro dia, pois, vale a pena repetir. Nível: Imperdível.
  • img_6237
  • Pôr do Sol no Rio Potengi – No Iate Clube de Natal, este evento com música e apresentações típicas foi uma surpresa pra lá, de pra lá de agradável. Como este é um evento que acontece no fim da tarde, o ideal seria combinar com a visita ao Centro de Natal e a Fortaleza dos Reis Magos. Eu não lembro qual é o dia da semana que acontece ou se é todo dia, mas confere no site deles através do post principal dessa Farra, clicando aqui.

img_6402

  • Lua Cheia Hostel Pub – Em Ponta Negra, numa das noites, fomos num pub que fica no subsolo do Hostel Lua Cheia. Primeiro que o Hostel, em si, já é um espetáculo à parte, pois trata-se de uma réplica de um Castelo Medieval, segundo que o pequenino espaço com uma banda tocando foi Sensacional! Que noite deliciosa nós tivemos. Rua Doutor Manuel Augusto Bezerra de Araújo, 500. Site: http://www.luacheia.com.br/index.php
  • Bares e Restaurantes de Ponta Negra – Em Ponta Negra existe uma grande quantidade de ótimos Bares e Restaurantes para você escolher. Um lugar bacana para você comer é a famosa Tapiocaria Casa de Taipa, onde não tiramos fotos. Mas, também tem muitos restaurantes e bares temáticos. Resumindo: Muitos ótimos lugares para um drink, uma cerveja, um agito e alimentação de qualidade.

 

DIA 2:

img_6718

img_6788
Passeio de Bugre

Passe o dia no Passeio de Bugre mais famoso do Brasil, em Genipabu. Seja com ou sem emoção, fazer o passeio de Bugre em Genipabu ou Jenipabu é um compromisso obrigatório, em Natal. Você pode ir até lá ou combinar de te buscarem no Hotel. Para ver o post principal desse Oba-Oba, clica aqui.

 

DIA 3:

img_6276

img_6347
Fortaleza dos Reis Magos

Tire o dia para conhecer a cidade de Natal. Quem sabe um City-Tour? Só não deixe de conhecer a Fortaleza dos Reis Magos, localizada  na barra do Rio Potenji ou Potengi. Um local cheio de importância para a História de Natal e do Brasil. Veja o post principal aqui.

Veja outros posts do VIAJA DAQUI que têm tudo a ver com Natal nos links abaixo:

PASSEIO DE QUADRICICLO

POUSADA VILLA DO SOL EM GENIPABU

PASSEIOS EM GENIPABU

ONDE DANÇAR FORRÓ EM NATAL

FORTALEZA DOS REIS MAGOS

PIPA – BATE-VOLTA

PASSEIO DE BUGRE

PÔR DO SOL NO POTENGI

Gostou? Deixa suas dicas, dúvidas, críticas ou elogios nos comentários, por favor. Obrigado de coração pela visita no Viaja Daqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s