Sevilha, que Maravilha!

Vá para Sevilla, a Capital da Andaluzia, preparado para encontrar uma cidade Viva! Bem, Viva!!!

A temperatura, em Sevilha, estava perto de 35º, quando chegamos à cidade, em pleno mês de maio, as ruas cheias e vibrantes. Foi difícil deixar a capital da Andaluzia, você vai ficar com vontade de passar muitos dias por lá! 🙂

Vemos muita gente criticar quem fica de carro em Sevilla, mas, nós ficamos sem problemas. Nosso apartamento, tinha convênio com estacionamento incluído, mas o que é ainda mais importante é que o táxi é barato, pois, ficamos próximos ao Centro Histórico, pertinho do Metropol-Parasol, e dava até para ir a pé para o Centro, se não houvesse pressa. Nós estacionamos o carro e só voltamos a pegar nosso carro para seguir viagem.

IMG_8909

Procure ficar pelo menos três noites, ficamos duas e foi pouco. A cidade é tão gostosa que foi difícil deixá-la.

Sevilla tem uma longa e importante História, então se quiser apenas ficar por dentro das atrações, vá direto lá para baixo, onde está “VIAJA DAQUI ou O que fazer em Sevilla”. São muitas coisas boas e uma night beeeeem quente, principalmente em Triana e no Bairro de Santa Cruz.

Sevilla foi habitada, primeiramente pelos Tartessos e Turdetanos, no século XIII a.c., com o nome de Hispal. Posteriormente ocupada pelos Fenícios e Cartagineses, estes a perderam para os Romanos, comandados pelo General Cipião Africano, na terceira e última das Guerras Púnicas.

Com o caráter agressivo dos Cartagineses do local, o General decidiu criar uma nova cidade próxima, Italica, hoje em ruínas. Os Romanos latinizaram o nome da cidade que passou a se chamar Híspalis.

Com a queda do império Romano, os Vândalos tomaram posse do lugar, em 426, com Gunderico, tornando-se seu regente. Um século depois, os Visigodos tomaram-na para si, e, com Recaredo, Sevilha teve uma fase de grande esplendor.

Em 711, com a invasão muçulmana, Sevilha, junto com Córdoba, se transformou numa das cidades mais importantes do ocidente europeu.20150521_090745

Os Mouros deram-lhe o nome de Ishbiliya, que depois virou Shbiya, até chegar no nome atual.

Após o fim do Califado de Córdoba, tornou-se uma Taifa muito forte e na época do Califado Almóada, construi-se a Giralda e o Alcázar, no século XI.

Os Cristãos reconquistaram a cidade, em 1248 (244 anos antes de reconquistarem Granada e A Alhambra), durante o Reinado de Fernando III de Castela.

Com a reconquista uma nova cultura tomou a cidade! A dos Judeus, que vinham de todos os lugares, principalmente de Toledo. Os Judeus nunca foram bem vistos, devido suas habilidades econômicas e rivalidade com alguns clérigos e cristãos. Isso culminou com inquisições e a expulsão de Judeus a partir de 1483, por fim, em 1492 foram expulsos todos os Judeus do país.

IMG_9030-2

O Descobrimento das Américas, transformou Sevilha num dos principais portos do Mundo. Graças ao Rio Guadalquivir. Teve grande expansão urbana (100.000 habitantes, na época) e tornou-se a maior cidade da Espanha. Era também multicultural, com pessoas de várias partes do mundo, que vinham a negócios, o que fez florescer a arte, arquitetura, escultura, pintura e literatura, tendo um papel importante no Século de Ouro espanhol.

No século XVII sua sorte começa a mudar, com a transferência para o porto de Cádiz, do controle dos principais contratos. Também, sofreu com crises econômicas, pestes (em 1649, quase metade da população morreu, passando Sevilha, de 130.000 para 70.000 habitantes). Sevilha, também acabou por se tornar, praticamente, uma cidade convento, e, em 1671 já possuia 45 mosteiros de frades e 28 de freiras. Nela haviam Franciscanos, Dominicanos, Agostinhos e Jesuítas.

No século XIX chegou o trem e tiveram que derrubar as muralhas centenárias que circundavam a cidade, que com isso passou a se expandir.

VIAJA DAQUI ou O que fazer em SEVILLA:

Dia 1:

IMG_8956IMG_8923IMG_8937IMG_8948IMG_8945

IMG_8953
Quem sobe no Metropol-Parasol ganha cerveja na La Sureña

Esse roteiro, do primeiro dia, vale para o caso de chegarem em Sevilla, após às 12h!!! Como nosso hotel ficava próximo ao Metropol – Parasol começamos por ele, que é uma interessante e imensa construção de madeira, na parte antiga da cidade, na Praça La Encarnación. Desenhada pelo arquiteto alemão, Jürgen Mayer-Hermann, esta obra foi finalizada em 2011. Tem 150 por 70 metros e altura de 26 metros, é conhecido popularmente por Las Setas de la Encarnación – Os Cogumelos da Encarnação. É a Maior Estrutura de Madeira do Mundo!!!

Quando compramos o ticket, ainda ganhamos uma cerveja, na La Sureña, que tem no shopping abaixo. Dê uma olhada no link principal da La Sureña.

IMG_8961
Plaza de Toros

Depois da cerveja, pague um trocado de táxi e salte na altura da Plaza de Toros de la Real Maestranza de Caballería de Sevilla, nós não entramos na Praça de Touros de Sevilla, pois, nosso tempo era curto! A Praça ainda está em atividade, logo, onde até hoje acontecem as touradas, dentro dela você encontra o Museo Taurino.

A Praça de Touros fica em frente ao Rio Guadalquivir. Do outro lado do rio, está o bairro de Triana, que falarei mais abaixo.

IMG_9002IMG_8989

IMG_9006
Torre del Oro

Beirando o rio, aproveite o passeio pelo Paseo Colon ou pelo Paseo Alcade Marqués del Contadero, aprecie Triana do outro lado do rio, e siga até a Torre del Oro, Bela e Imponente construção de vigia Moura, com 12 lados. Fica no Paseo Colón e Paseo Alcade Marques de Contadero, a Torre del Oro abriga o Museo Naval. Aqui, um momento que te aconselho a voltar e dar uma lida na História! Assim, vai entender melhor a importância desse Rio e dessa cidade, distante do mar, na História da Espanha e das Navegações.

IMG_8982
Triana está à esquerda da foto, vista da Torre del Oro

Agora sim, Triana, que está do outro lado do rio Guadalquivir. Nós estivemos lá à noite. Triana é famosa, porque ali viveram os desertados, artesãos pobres, assassinos de aluguel, marinheiros, ciganos, que viviam em cortiços (corrales) e se divertiam nos tablados (tablaos), tabernas e prostíbulos, que enchiam a área. Hoje mudou!

Triana é hoje um bairro bem cuidado e agradável, com muitos casarões do século XIX. Porém, nunca deixou de ser uma área boêmia e como li em algum lugar, em Triana está a verdadeira Alma Sevilhana!!! Confira neste post aqui.

IMG_9024
Só passando em frente do Real Alcázar, nesse dia

Da Torre del Oro, siga a pé até a região mais central de Sevilla, onde encontrará o Real Alcázar, complexo de Palácios Pátios e Jardins, que começou a ser construído no século VIII, quando os Mouros tomaram a cidade. Um lugar que vai remeter, guardadas as proporções, A Alhambra. Assim como Triana, também não entramos no Alcázar neste dia, mas, no dia seguinte! Apenas para que entendam melhor esse primeiro dia, chegamos em Sevilla por volta das 12h, fizemos check-in no apartamento e saímos para passear! Logo, se começar cedo, poderá visitar o Real Alcázar e a Catedral no mesmo dia, com todo o resto que fizemos! Para ver o artigo principal do Real Alcázar, clique aqui.

IMG_9115

IMG_9010
Catedral de Sevilla

IMG_9011

IMG_9122
Exposição do brasileiro Sebastião Salgado com Grande Destaque!

Dali, passamos pela entrada do Espetacular Bairro de Santa Cruz, até chegarmos a nosso destino final, a Catedral de Sevilla e La Giralda, que também seria visitada no dia seguinte, juntamente com a Plaza de Espanha. Após passar pela Catedral, uma foto, que é uma das mais marcantes, para mim, de toda a Viagem, é a foto que está estampando a capa deste post.

Dia 2:

IMG_9055IMG_9091IMG_9058IMG_9052IMG_9050IMG_9072

IMG_9067
Fui entrevistado por simpáticos alunos Sevillanos

Começamos pela linda e agradável Plaza de España. Impressionante projeto arquitetônico de 1929 para a Exposição Ibero-Americana. Nota 10!

De lá siga a pé para a Catedral, num belo passeio.

IMG_9020IMG_9136IMG_9247IMG_9223

Chegamos a Catedral de Sevilla e a La Giralda. Dê preferência para comprar seu ingresso pela internet e aproveite esse Maravilha, repleta de ouro, curta também o passeio ao alto da La Giralda e deslumbre-se com toda a História contida nesse terreno! Para saber mais, veja o post principal da Catedral aqui.

IMG_9269

20150521_102633

Depois de tanto ouro vá visitar o Real Alcázar, por dentro! Dá tempo!!! A Fortaleza árabe, remete bastante a maior obra islâmica em terras européias, A Alhambra, de Granada. Então, se não podes ir até A Alhambra, diria que sua visita ao Real Alcázar é obrigatória, entende?

Para os fãs, de Game of Thrones, no Real Alcázar, foram filmadas partes da 5ª temporada. Muito da História da Espanha também está no excelente seriado Isabel de Castela.

Provavelmente, após o Real Alcázar, já vai estar sentido cansaço e já é hora de voltar para onde está hospedado (a) e se preparar para aproveitar a Fantástica noite do Barrio Santa Cruz, suas tapas e a pura Música Flamenca da La Carbonería.

Dia 2 à Noite:

IMG_9281

Vá para perto da entrada do Real Alcázar e comece a desbravar o Barrio de Santa Cruz, o Bairro Judeu, ferve à noite. Com muitos hotéis e turistas, é um passeio imperdível de Sevilla. Lembre que se estiver de carro, esqueça se hospedar por ali, pois, não cabem carros. Caso esteja fora opte pelo táxi como nós, ou vai a pé. Muitos bares e restaurantes com tapas para todos os gostos.

IMG_9343IMG_9361

Vai também na La Carboneria, onde curtimos uma boa Música Flamenca e a área até altas horas! Inesquecível!!! Imperdível! Olha o post principal dessa noite aqui!

Espero que este post, ajude nos seus planos para Sevilla e que deixe seu comentário, dúvidas ou acrescente informação! VIVA SEVILLA! Estamos doidos para voltar! 🙂

Quer ter esse roteiro, com Mapas e endereços? Solicite pelo e-mail viajadaqui@gmail.com

Veja outros posts que têm tudo a ver com Sevilha:

Catedral de Sevilha e La Giralda.

Real Alcázar de Sevilha.

Noite em Triana.

Noite no Bairro de Santa Cruz.

Restaurante Taberna Coloniales.

Gostou? Tipo de cidade que vale a pena voltar! Deixa um comentário pra gente1

 

 

Anúncios

12 comentários sobre “Sevilha, que Maravilha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s