Tiradentes

Uma das cidades mais queridas pelo turista brasileiro, em Minas Gerais. Tiradentes é cultura, mas é também sossego, é passear na Praça, é caminhar sem rumo, e é mais, é sinônimo de ganhar uns quilinhos. 😀

Fiz essa Viagem num grupo organizado em parceria com uma agência de viagens e todos adoraram!

IMG_4046
Ficou faltando gente na foto

Quando estive por lá, usei como base São João del Rei, e fomos à Tiradentes em duas ocasiões, uma à noite e outra, durante um dia inteiro, saindo na Maria Fumaça das 10h, de São João, retornando, na das 17h.

Tiradentes é uma cidade pequena com calçado em pedras e irregular, por isso vá sempre com sapatos/tênis e roupas confortáveis.

Fundada em 1718, suas antigas denominações foram “Arraial Velho de Santo Antônio”, “Vila de São José do Rio das Mortes” e cidade de “São José del-Rei”. O nome São José vem da belíssima serra que margeia a cidade, a serra de São José.

IMG_4027
O alferes Joaquim José da Silva Xavier – Tiradentes

Após a Proclamação da República, o governo precisava de um herói que, segundo os novos governantes, representasse os ideais republicanos. A escolha caiu sobre o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Para quem não sabe, Alferes era uma patente militar que,no Brasil, foi substituída por segundo-tenente. O Alferes Joaquim José da Silva Xavier que, além de tudo, combateu um governo monárquico era o personagem ideal. Assim, foi feito e foi mudado o nome da cidade para Tiradentes, e inscreveram Tiradentes no Livro dos Heróis da Pátria.

A cidade acabou por tornar-se um dos Centros Históricos da Arte Barroca mais bem preservados do Brasil, com isso voltou a ter importância, agora turística. Na metade do século XX, foi proclamada Patrimônio Histórico Nacional, tendo suas casas, lampiões, igrejas, monumentos e demais partes recuperadas.

Tiradentes e arredores são um ótimo destino para umas férias, e, perfeita para um feriado.

VIAJA DAQUI ou O que fazer em Tiradentes:

A coisa mais legal que você pode fazer em Tiradentes, é Passear. Contemple a cidade a pé, é de graça. Se preferir faça um passeio de charrete ou o passeio noturno de jardineira.

A outra coisa tão legal quanto passear é Comer. Muitas opções de restaurantes para todos os gostos e bolsos. Dei bobeira e fiquei sem tirar fotos do almoço.

IMG_4020IMG_4022

IMG_4019
Se estiver em Tiradentes pode ir de charrete até a Estação

Comece o passeio pela Estação de Trem, atravesse o Rio das Mortes, em direção a pracinha da cidade.

IMG_4023

Você passará pelo Rio das Mortes e a Praça da Cidade e vai começar a subir a ladeira, em direção a Igreja Matriz de Santo Antônio.

IMG_4026
Museu Padre Toledo. Não entramos.

No caminho você vai passar pelo Museu do Padre Toledo, no local onde ficava a casa do Padre. Segundo consta, ali ocorreram muitas reuniões da Inconfidência. Em frente a casa, tem uma Estátua de Tiradentes (a foto está lá em cima do post), vestido como militar, que era sua profissão, diferente das imagens que víamos nos livros escolares, na infância, onde o inconfidente sempre aparecia semelhante à Jesus.

IMG_4034

IMG_3952
Matriz de Santo Antônio by Night

Depois dali, logo chegará na belíssima Igreja Matriz de Santo Antônio. Construída em 1710 é a segunda igreja em ouro do Brasil, sendo a primeira em Salvador, é uma das mais belas construções barrocas do país. No interior do templo há um órgão datado de 1788, considerado um dos quinze mais importantes do mundo. Infelizmente, fotos são proibidas.

IMG_4032
Serra de São José vista da Matriz de Santo Antônio

Da Igreja Matriz, repare na Serra de São José e na Ladeira! Cenário lindo e inesquecível.

IMG_4047

Comece a descer a ladeira e cuidado para não escorregar! Você verá o Museu da Liturgia, não entramos nesse, mas deve valer a pena!

IMG_4053IMG_3947

IMG_3946
Rua Direita, By Day e By Night

Chegue na Rua Direita e aproveite para tirar muitas fotos dessa rua muito bem cuidada.

IMG_4058
Igraje de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
IMG_4065
Santo Ântonio do Noto
IMG_4060
Antiga Cadeia Pública

Andando por ela, logo chegará num ponto onde, do seu lado direito está a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construída por escravos, e, na esquina, do seu lado esquerdo, está a Antiga Cadeia Pública.

Na Igreja de Nossa Senhora do Rosário está a imagem de Santo Antônio do Noto ou de Calatagirona. Nascido na Itália filho de negros etíopes muçulmanos, foi escravizado e se converteu num fervoroso cristão. O culto a Santo Antônio do Noto perdeu-se na Itália, mas no Brasil, continuou vivo pelos negros escravos e libertos, ficando popularmente conhecido como Santo Antônio de Catigeró.

A Igreja é bem simples e pelas explicações que ouvi e aprendi, não pode nem ser considerada Igreja, visto que não tem torre, logo trata-se de uma ermida ou capela.

Repare então na Antiga Cadeia Pública. Construída em 1833 e 1845, no local da velha cadeia incendiada, é um prédio sólido e austero com janelas de cantaria protegida por pesadas grades. A Vila de São José foi uma das poucas a possuir a cadeia em prédio próprio, separada do prédio da Câmara Minicipal.

IMG_4074IMG_4082IMG_4088

IMG_4078
Como eu gosto de Museu, considero este passeio no Nível: Imperdível

Desça a ruazinha e visite o imperdível Museu de Sant’Ana, localizado no interior da Cadeia.

Um Museu moderno, com uma exposição exclusivamente de imagens de Santa Ana, mãe de Maria de Nazaré, Avó de Jesus. Este Museu abriga 291 imagens de Sant’Ana, a Santa protetora dos lares e da Família, bem como dos mineradores. Imperdível!

Continue descendo a ruazinha, e, que tal parar para almoçar? Nós almoçamos ali na descida do Museu, num bom restaurante do qual não lembro o nome e não tirei fotos…., mas, é só perguntar no Museu que eles sabem, é um restaurante famoso, bom e barato. Depois de almoçar siga para o Chafariz de São José. Além de ser um dos símbolos da cidade é repleto de simbologias. Quando estive por lá, estava em reforma. Mesmo em reforma eu tirei fotos e não encontro de jeito maneira, sô!

ATENÇÃO! Depois do Chafariz de São José, você decide se já deu, ou se vai continuar sua caminhada.

IMG_4093IMG_4092IMG_4094IMG_4109

IMG_4107
Vistas da Igreja de São Francisco de Assis de Paula

Eu sugiro que siga, e logo depois do Chafariz, entrei numa loja de artesanatos, muito agradável, onde todos fizeram umas comprinhas. Foi no Atelier de Romer Resende. Voltando para a Caminhada, se passar pelo Chafariz e dobrar à direita, lá na frente, mas lá na frente mesmo, vai começar uma subida e logo chegará na Igreja São Francisco de Paula, que fica no alto… mas, proporciona uma excelente vista da cidade.

IMG_4112
Igreja Nossa Senhora da Mercês

Na descida irá passar pela rodoviária de Tiradentes e passará pela Igreja Nossa Senhora da Mercês, construída por escravos em seus momentos de folga. A Igreja tem detalhes folheados com pó de ouro que retiravam das minas em seus cabelos. Nós só passamos por onde saiu na foto, pois estávamos cansados e com “sede”.

IMG_4113

Logo ali fica a Pracinha da Cidade, te esperando para um merecido descanso ou um chopp quem sabe! 🙂

Ótimo Passeio!

Quer ter esse roteiro, com Mapas e endereços? Solicite pelo email viajadaqui@gmail.com

Veja os posts que têm tudo a ver:

SÃO JOÃO DEL REI

RESTAURANTE TEMPERO DA ANGELA

MUSEU DO AUTOMÓVEL DA ESTRADA REAL

BICHINHO

CHICO DOCEIRO

Gostou? Foi Útil? Deixa seus comentários pra gente?

Anúncios

11 comentários sobre “Tiradentes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s