Bangkok é a Alma do Sudeste Asiático

Bangkok, em tailandês “กรุงเทพมหานคร”, é uma Cidade vibrante! Principal hub (aeroporto de conexão) para visitar o Sudeste Asiático, ela tem que estar no seu Roteiro.

Capital e maior cidade da Tailândia é o principal centro financeiro, comercial, cultural e histórico do país. Banhada pelo Rio Chao Phraya, possui perto de 8,3 milhões de habitantes.

Começou como um pequeno posto de comércio do Reino de Ayutthaia, no século XV. Bangkok está situada no centro do antigo Reino de Sião e passou por uma grande modernização no século XIX. Em 1939, mudaram o nome de Reino de Sião para Tailândia. Nos anos de 1960 à 1980 cresceu bastante, passando a ter grande influência e força. Altos investimentos dos Tigres Asiáticos – Hong Kong, Cingapura, Coreia do Sul e Taiwan – nas décadas de 80 e 90 levaram muitas multinacionais para a cidade.

Como o crescimento foi desordenado a cidade é mais uma das muitas capitais caóticas espalhadas pelo mundo, mesmo assim, foi a segunda cidade mais visitada do planeta em 2006. Bangkok é uma cidade que me lembra muito São Paulo. Na Global Destination Cities Index da Mastercard ela é considerada a cidade mais visitada do mundo, até porque seu Aeroporto é o principal hub de entrada para quem vai visitar o Sudeste Asiático. Foi também escolhida como A Melhor Cidade Turística do Mundo pela revista americana Travel + Leisure por quatro anos seguidos.

Bangkok 2017 e 2019 (33)

Continuar lendo “Bangkok é a Alma do Sudeste Asiático”

A Adorada Chiang Mai

Construída em 1296 como uma Cidade Murada para ser a capital do Reino Lanna esta área é conhecida, hoje, como Old City. A tradução para Chiang Mai é Cidade Nova. A região tem fortes influências da Birmânia – atual Myanmar – e da China, fazendo com que toda a área tenha características realmente únicas.

IMG_0053

IMG_0150

IMG_0219

Chiang Mai é a Capital Espiritual da Tailândia e a segunda maior cidade do país, estando à 800km de Bangkok fica numa região montanhosa e é banhada pelo rio Ping. Historicamente foi um importante entreposto da Rota da Seda, sendo nos dias atuais um forte centro de artesanato e ourivesaria. Sua população é estimada em 1,6 milhões de habitantes e a cidade possui diversas Universidades e mais de 300 Templos Budistas, chamados localmente de WATS. Chiang Mai, também, é conhecida como “A Rosa do Norte”. Continuar lendo “A Adorada Chiang Mai”

Night Bazaar em Chiang Mai

Pois é… foram tantas emoções no Night Bazaar que precisei criar um post, apenas, para o Mercado Noturno de Chiang Mai, pois são tantas fotos que entupiria ainda mais de fotos o Post Principal da Capital Religiosa da Tailândia, Chiang Mai.

IMG_0163

IMG_0174

IMG_0177IMG_0194

IMG_0204IMG_0179

Esta é uma atração bem peculiar em Chiang Mai, o Night Bazaar ou Mercado Noturno de Chiang Mai é um Espetáculo à parte nesta agradável cidade. Centenas e mais centenas de barracas pelas calçadas, galerias, lojas, feiras em praças com comida, shows, roupas, artesanatos… tem de tudo e, com isso, a Noite de Chiang Mai mereceu este post próprio. Nem tem muito o que falar, apenas apreciem as fotos! Continuar lendo “Night Bazaar em Chiang Mai”

Cuidando de Elefantes em Chiang Mai, Tailândia.

Queridos Amigos e Amigas, leitores do VIAJA DAQUI, em minhas peripécias pelo Sudeste Asiático sabia que encontria muitas coisas diferentes do que estamos acostumados a ver e fazer, mas estar aqui “Vivendo este momento Lindo” é algo que fica muito difícil de mensurar.

Para além dos Passeios diurnos em todos os lugares em que estivemos – Bangkok, Siem Reap e Chiang Mai – a Vida Noturna, também, pulsa com Mercados Noturnos incríveis. Tem que Viajar de mala vazia, porque é tanta roupa e artesanato e coisas como porta-passaporte personalizado por R$ 10, que a gente acaba comprando sem pensar muito.
Mas, hoje, quero falar da experiência com os Elefantes Asiáticos. O Passeio que fiz foi numa pequena fazenda e tem duração de duas horas. O nome do lugar é MAERIM ELEPHANT HOME e o site encontram no final do post ou clicando aqui. Continuar lendo “Cuidando de Elefantes em Chiang Mai, Tailândia.”